Brechó infantil: não serve mais, e agora?

03 set
0 comentário(s)

Uma das coisas mais gostosas da gestação é fazer o enxoval do bebê, não é mesmo? O problema é que eles crescem rápido e grande parte das roupas se perdem, às vezes, com pouquíssimo uso. Uma boa opção para amenizar o investimento é colocar os itens à venda em um brechó infantil.

Em lojas físicas ou virtuais, os brechós costumam revender não apenas roupas e sapatos, mas também outros itens que perdem a utilidade em poucos anos como carrinho, bebê conforto, cadeirão de alimentação, banheira, brinquedos e até móveis. Além de recuperar parte do dinheiro, você contribui para o consumo consciente e a sustentabilidade.

Por outro lado, comprar roupas, brinquedos e outros itens de segunda mão é uma excelente opção, uma vez que não é difícil encontrar peças em bom estado e com um preço muito mais atrativo que o das lojas convencionais.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com algumas opções de brechó infantil online e no Rio de Janeiro. Confira!

As melhores opções online

Ficou Pequeno

Uma plataforma online onde você cria a sua lojinha e oferece seus produtos sem custos. A responsabilidade do embrulho e envio é por sua conta, enquanto que o site oferece toda a infraestrutura para o pagamento.

O Ficou Pequeno recebe uma comissão de 20% sobre os produtos vendidos, por ter te ajudado a achar um comprador legal, e para pagar todas as despesas do site. Nos pedidos acima de R$ 25,00 também é descontada uma tarifa de R$ 2,50.

Segunda Mãozinha

Funciona como um guia de brechós do Brasil, nele o cliente pode tanto navegar por brechós online, quanto pesquisar lojas físicas próximas.

Para quem quer vender são vários planos de serviços com preços variados, que incluem desde divulgação da loja física até uma página própria para venda online com recebimento via cartões de créditos, transferência online e boleto bancário.

Redes sociais

Uma outra forma de revender roupas, brinquedos e outros produtos infantis é por meio das redes sociais. Dá um pouco mais de trabalho, mas a vantagem é que o lucro é todo seu.

No Facebook você pode criar uma página que funciona como uma espécie de loja virtual, ou anunciar nos grupos de venda e desapego. A outra opção é criar um perfil no Instagram, postar fotos dos produtos e fechar as vendas pelo direct – espécie de chat dentro no aplicativo.

Brechó infantil no Rio de Janeiro

No caso das lojas físicas você precisa levar a mercadoria até o local, geralmente compram ou recebem lotes mínimos de peças em consignação. As peças são selecionadas de acordo com as condições de uso, marca, estilo e nível de estoque da loja.

Maria Chiquinha Brechó Infantil

Oferece uma grande variedade de produtos infantis, desde roupas e brinquedos à móveis e objetos de decoração.

Rua General  Polidoro, 58 – Loja 116 – Botafogo
Telefone: (21) 3256-9862
Whatsapp:  99049-3984
E-mail: contato@mariachiquinhabrecho.com.br

Dona Joaninha

Há 11 anos no mercado e com duas lojas, uma em Copacabana e outra na Tijuca, o Dona Joaninha trabalha com uma grande variedade de produtos. Para vender é preciso entrar em contato por telefone para agendar a entrega da mercadoria.

Os produtos ficam em consignação e você recebe 50% do valor do produto no mês seguinte à venda.

Rua Santa Clara 33, loja 906 (Copacabana – Metrô Siqueira Campos)
Telefone: (21) 3208-2046

Praça Saens Peña, Shopping 45, loja 122 – subsolo (Tijuca)
Telefone: (21) 2569-8688
Whatsapp: 96744-5500

Confete Carioca Brechó Infantil

Trabalha com roupas, acessórios, brinquedos, calçados e móveis, somente em perfeito estado. Muitos ainda com a etiqueta original!

As peças ficam em consignação por no mínimo 3 meses e você recebe 50% sobre as vendas. Não é necessário marcar hora, mas vale a pena ligar antes para saber se estão recebendo o item que você tem disponível.

Shopping Città América
Av. das Américas, 700 lj. 113i
Telefone:  (21) 2491-3449
E-mail: confete@confetecarioca.com.br

Gostou das nossas dicas? Então cadastre-se na nossa newsletter e receba todas as nossas novidades por e-mail.

Deixe seu comentário