3 cuidados a serem tomados nos primeiros passos do bebê

25 jun
0 comentário(s)

Acompanhar os primeiros passos do bebê é muito prazeroso e, também, desafiante para os pais. Esse momento marca uma etapa única no desenvolvimento da criança: o início da sua independência.

Geralmente, a criança começa a tentar se levantar por volta dos oito meses. Quando ganha mais confiança, tenta andar se apoiando em algo. Com aproximadamente 11 meses, ela já é capaz de ficar parada sozinha e de se agachar. Depois de algumas semanas ou poucos meses, já consegue andar com firmeza.

Continue a leitura e entenda como estimular o seu bebê a dar os primeiros passos e fazê-lo adquirir segurança para andar!

1. Tenha cuidado com o ambiente

Quedas e acidentes são muito comuns nessa fase. Por isso, é importante prestar atenção à segurança do ambiente — que deve ser tranquilo, limpo, seguro e ter bastante espaço livre para o pequeno se movimentar à vontade.

Evite locais com janelas e sacadas sem grades, bem como móveis que podem ser escalados e têm o risco de quedas. Armários com produtos de limpeza e medicamentos devem ser altos e estar sempre trancados.

No caso das escadas, em que um passo em falso pode causar escorregões e acidentes, vale mostrar à criança como segurar no corrimão. Tomadas e quinas também podem representar um grande perigo, então, providencie protetores. O ideal, nesses casos, é ensiná-la a ter cuidado.

Entretanto, sempre que estiver por perto, permita que o bebê: experimente o chão, faça suas próprias rotas, descubra texturas e explore o ambiente. Lembre-se de que ele está tendo uma experiência completamente nova e estimulante.

2. Observe os movimentos da criança

Em cada etapa da vida, os pequenos manifestam movimentos diferentes e cada vez mais avançados. Quando o bebê começa a conseguir pular no colo dos pais, ele inicia o fortalecimento dos músculos que serão importantes para engatinhar e, posteriormente, andar.

Ao longo do primeiro ano de vida, o bebê ganha, aos poucos, coordenação motora e força muscular para conseguir dobrar os joelhos e sentar, virar e engatinhar. Depois, esse desenvolvimento permite que ele fique em pé. Os primeiros passos do bebê, em geral, são dados na ponta dos pés.

O treino muscular precisa continuar para que a criança seja capaz de subir escadas. Com treinamento, ela desenvolve equilíbrio e destreza suficientes para subir degraus e explorar novos ambientes.

3. Escolha sapatos confortáveis

Não há a necessidade de colocar meias ou sapatinhos na criança o tempo todo. É bom que ela fique descalça para:

  • sentir as formas e texturas do chão;

  • aperfeiçoar a coordenação;

  • desenvolver o equilíbrio;

  • formar a cavidade da planta do pé.

Fora de casa, opte por sapatos leves, macios e flexíveis — que permitam os movimentos —, no tamanho certo, com solas finas e de borracha. Dessa forma, o bebê fica protegido e ainda pode sentir o chão e não escorregar.

Não existe uma idade certa para os primeiros passos do bebê. Cada indivíduo desenvolve habilidades de forma particular, e cabe aos pais incentivar cada pequeno avanço observado. Use brinquedos para estimulá-lo e deixe que ele perceba como seus esforços representam pequenas vitórias.

Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe-o nas suas redes sociais! Assim, você ajuda outras famílias a entenderem os cuidados necessários com o bebê nessa fase.

Deixe seu comentário