Solidariedade também se ensina

24 ago
0 comentário(s)

Que tal aproveitar este contexto histórico de crise mundial para mostrar aos pequenos que, para vivermos em uma sociedade mais justa, é preciso que todos façam sua parte? Veja como mostrar para as crianças a importância do olhar e do cuidado ao próximo.

Ensine sobre a empatia

Se colocar no lugar no outro é o primeiro passo para uma pessoa se tornar mais solidária. Mostrar para o seu filho que nem todas as crianças têm as mesmas oportunidades fará com que ele comece a exercitar a ideia de como seria viver em uma situação mais desfavorável.

Deixe que ele escolha os brinquedos e roupas que não quer mais

É importante que a criança esteja presente no momento de separar roupas que não servem mais e brinquedos que ele já não usa. Essa curadoria deve ser feita por ela. Lembrem-se que, ainda que não sirva mais, a peça pode ter um valor sentimental para ela e ainda não é a hora de desapegar.

Seja você o exemplo

Aquela velha máxima de que os filhos são espelhos dos pais é a mais pura verdade. Eles tendem a repetir, pelo resto da vida, os exemplos que vêem dentro de casa. Não adianta estimulá-los a serem empáticos e separarem peças para doação, mas não fazer isso com as suas próprias coisas. Convide os pequenos a participar do seu momento de desapego e , aos poucos, eles vão querer fazer o mesmo com as coisas deles.

Mostre que vai além de bens materiais

É importante frisar que, além de roupas, brinquedos e comida, as pessoas precisam de amor. Demonstrações de empatia no dia a dia, como ceder o lugar em transportes públicos e ajudar um idoso a ler rótulos no mercado, também estimulam a criança a aprimorar este olhar.

Atitudes simples do dia a dia podem transformar crianças em adultos empáticos e com senso de responsabilidade coletiva. É cedo que se aprender e através do exemplo. Vamos fazer a nossa parte e deixar para as próximas gerações um mundo melhor.

Deixe seu comentário