Conflitos entre irmãos: como lidar?

11 mar
0 comentário(s)

Irmão é bom e todo mundo gosta, né? Os filhos únicos não se cansam de pedir um irmãozinho aos pais mas esquecem que, se atendidos, terão que dividir a atenção e os brinquedos com o novo integrante da família. Mas quando pinta aquela confusão, como os pais devem se posicionar? Veja algumas dicas que vão te ajudar no dia a dia!

Aguarde a hora certa de intervir

Antes de ceder ao impulso de acabar com a confusão, dê tempo para que eles se entendam. Se a situação se exceder, vale intervir. Lembrando de ouvir os dois lados e entender o conflito primeiro.

Seja justo, independentemente das idades

Não caia na tentação de proteger o caçula. Estimule o mais velho a ser compreensivo, mas não deixe de lhe dar razão quando for o caso.

Ensine a dividir

Grande parte das brigas se resumem a disputas, porém, tirar o objeto de circulação não resolve a questão. Relembre os combinados e estimule o compartilhamento.

Incentive a negociação entre eles

O ideal é que eles próprios descubram como compartilhar e criem as regras para o uso do vídeo game, da TV e dos brinquedos.

Ofereça soluções

Quando eles não conseguirem ou forem muito pequenos, cabe a você sugerir soluções para o conflito. Evite as punições, pois as brigas não deixarão de ocorrer e eles precisam aprender a resolvê-las.

Dê o exemplo

Não é o que você diz, é o que você faz. A forma como os pais lidam com os conflitos do dia a dia servirá de exemplo para os filhos.  Quanto mais calmo e justo você for, mais pacífica será a forma que os pequenos encontrarão de resolver os próprios conflitos.

 

Agora é com vocês. Aproveite nossas dicas e boa sorte nesta empreitada!

Deixe seu comentário