Leite materno: como extrair e armazenar adequadamente?

16 jul
0 comentário(s)

Quando chega a hora de voltar ao trabalho e mãe e bebê precisam se separar por períodos mais longos, um dos maiores temores maternos se refere à amamentação. Mas, seu bebê poderá continuar tomando leite materno, desde que você aprenda como extrair e armazenar adequadamente.

Afinal, os benefícios da amamentação são muitos, tanto para o bebê quanto para a mãe, e você não precisa abrir mão deles quando colocar seu filho na creche, por exemplo.

Pensando nisso, reunimos neste post as principais informações sobre o assunto.  Confira!

Como e quando realizar a ordenha?

A ordenha pode ser realizada com a mão ou com uma bom de sucção – manual ou elétrica. No entanto, independentemente do método escolhido, algumas dúvidas são comuns, como quando é o melhor momento para a extração, quais os cuidados de higiene, quanto deve ser extraído, e outras.

Ordenha manual

Coloque o polegar cerca de 4 cm acima da aureola, e formando um “C”, posicione os demais dedos na parte de baixo. Depois, aproximando o polegar do indicador, pressione a mão contra o peito (afundando) em movimentos rítmicos.

Assim como a própria amamentação, a ordenha requer prática, paciência e calma. É absolutamente normal que nos primeiros movimentos o leite não saia, a mama precisa ser estimulada, continue por alguns minutos e logo começará a descer. Despreze os primeiros jatos.

As mesmas orientações valem para o uso de bombinhas extratoras. Nesse caso, é possível ajustar a pressão e a velocidade de maneira que fique confortável. Uma boa dica é ir aumentando aos poucos, à medida que se acostuma.

Cuidados de higiene

A higiene é fundamental para evitar qualquer tipo de contaminação do leite que será, mais tarde, oferecido ao bebê. Mesmo que a ordenha seja realizada apenas para aliviar a mama, evitando empedramento e mastite, exemplo, o próprio seio pode ser infectado, e os cuidados são igualmente recomentados.

Remova anéis, relógios e pulseiras e lave bem as mãos até os cotovelos. Se possível, faça também a higienização dos seios, porém, utilizando apenas água, sem qualquer produto químico, como lencinhos umedecidos ou cremes. Procure um ambiente limpo, livre se insetos, tranquilo e resguardado.

O melhor momento para a ordenha

De maneira geral, o melhor momento para retirar o leite é quando a mama está cheia, no entanto, de acordo com a idade do bebê e rotina da mãe, isso pode variar muito.

Se você já estiver se preparando para estocar leite materno mesmo antes de se separar do bebê, pode aproveitar o momento da mamada para extrair leite da outra mama, uma vez que o reflexo de descida aumenta enquanto o bebê suga. Tire todos os dias, e vá congelando, como a produção é estimulada pela demanda, quanto mais você extrair, mais leite será produzido.

Caso já tenha voltado a trabalhar, e tiver condições de tirar no trabalho, escolha uma hora tranquila do dia em que sua mama costuma estar mais cheia, nesse caso, esvazie as duas mamas durante a extração. Ou faça a ordenha pela manhã, logo após amamentar.

Cada mãe encontrará o melhor momento de acordo com sua rotina e do seu bebê, mas não se preocupe que o leite extraído não fará falta na hora que seu filho buscar o seio, pelo contrário.

Como armazenar e estocar o leite materno?

O leite retirado deve ser armazenado em potes de vidro, devidamente esterilizados, com tampas de plástico. Existem no mercado muitos específicos, assim como saquinhos também, mas os recipientes de maionese e café são boas opções.

Após extraído, o leite só deve permanecer fora da geladeira ou freezer por, no máximo, duas horas. Por isso, caso tire leite no trabalho, certifique-se que terá onde guardá-lo adequadamente, e tenha uma bolsa térmica para o transporte.

Geladeira

O leite materno só deve ser mantido em geladeira por até 12 horas, usando a prateleira de cima, e nunca deixando na porta. Além disso, após aquecido, o restante deve ser descartado e nunca resfriado novamente.

Outra medida importante é etiquetar todos os frascos, anotando a data e hora da extração, para controle do tempo de resfriamento ou congelamento.

Freezer

Já no freezer, o leite se conserva por até 15 dias, em temperatura abaixo de 10 graus. É importante não encher o recipiente até a borda, pois o leite tende a expandir quando congelado.

Como aquecer e oferecer o leite ordenhado?

O leite congelado nunca deve ser aquecido diretamente, nem no microondas, nem no fogão. Mesmo o descongelamento em banho maria com água fervente não é recomendado, pois o calor direto, em todas essas formas, pode destruir algumas propriedades do leite.

O ideal é colocar o pote dentro de um recipiente maior com água morna, mais ou menos, na mesma temperatura que você usa para dar o banho.

O leite descongelado oferecido ao bebê deve ser consumido em até duas horas, caso sobre, deverá ser jogado fora. Uma vez desgelado, o leite materno não deve ser congelado novamente.

Sabemos o quanto a amamentação é importante e esperamos que nossas dicas sobre como extrair e armazenar leite materno sejam muito úteis. Ao procurar uma creche para o seu filho, não esqueça de perguntar se a escola aceita que as mães mandem leite congelado para ser oferecido ao bebê na hora da mamada.

Se você gostou do nosso post, compartilhe em suas redes sociais e divida essas dicas com outras mães que estão passando pelo mesmo momento que você.

 

Deixe seu comentário