7 brincadeiras divertidas que ajudam no desenvolvimento cognitivo e motor de crianças

25 out
6 comentário(s)

Na infância, o desenvolvimento cognitivo e motor nada mais é do que, respectivamente, a capacidade de o pequeno pensar, imaginar e raciocinar em conjunto com suas habilidades motoras, que envolvem postura e respostas físicas.

Para que essas capacidades sejam plenamente desenvolvidas, evitando dificuldades de relacionamento e aprendizado já quando adulto, brinquedos e brincadeiras são essenciais para que a criança trabalhe com tais traços de personalidade. Afinal, além de divertidas, as brincadeiras também estimulam o pensamento e reações das crianças.

Para lhe dar uma mãozinha, separamos 7 dicas de brincadeiras e brinquedos que estimulam o desenvolvimento cognitivo e motor dos pequenos. Dê uma olhada!

1. Móbiles e ambientes táteis

Começando com crianças de três a seis meses, invista em tapetes com texturas e objetos de tamanhos, formatos e superfícies diferentes, aproveitando que o tato está mais sensível nessa época. Móbiles e objetos coloridos que estimulem a visão também são muito bons para despertar o interesse e chamar atenção.

2. Brinquedos macios e coloridos

Para crianças de até nove meses de idade, os pais podem investir nos novos movimentos descobertos. O gesto de pinça dos dedos, por exemplo, pode ser aproveitado com brinquedos de pelúcia ou de borracha médios. Além dessas, outras opções também podem ser exploradas, como:

  • blocos para encaixar;
  • fantoches e bonecos coloridos e/ou interativos;
  • bolas médias ou grandes com cores vibrantes;
  • livros de plástico que agucem a visão;
  • conjunto de objetos, como molho de chaves de plástico.

3. Bonecas e carrinhos

De um aninho para frente, as crianças começam a demonstrar mais interesse em brinquedos clássicos, como carrinhos e bonecas. Aqui, ganham um senso de responsabilidade com o objeto, muito necessário para o futuro.

Uma dica é não se prender aos estereótipos e oferecer carrinhos e bonecas tanto para meninos quanto para meninas, além de não restringir cores consideradas “de menina” ou “de menino”. O pequeno deve ter todas as opções ao seu redor para estimular sua criatividade.

Além disso, interagir com a criança a partir dos brinquedos é fundamental, incentivando a imaginação e resposta do pequeno. Invista em teatrinhos com frases cotidianas e tons divertidos para maior familiaridade com o objeto.

4. Desenhos e pinturas

Chegando aos dois anos, a criança pode começar a brincar com lápis de cor, tintas e giz de cera. Ofereça papéis, lousas ou quadrinhos de pintura para criarem o que quiserem!

Além disso, folhear revistas, rasgar e amassar desenvolve a coordenação motora e deve ser estimulado sem medo de deixar a criança se sujar.

5. Pega-pega, adivinhação e mímica

Já um pouco mais velhos, eles começam a dar seus primeiros passos e (você verá!) logo já querem sair correndo. Brincadeiras de pega-pega, esconde-esconde e interações ao ar livre são ótimas ideias para esses momentos.

Além disso, desenvolver o raciocínio com adivinhações e mímicas é uma boa opção. Para isso, você pode imitar as ações de animais e pedir para ele adivinhar, fazer sons de coisas rotineiras como o “vrum vrum” dos carros, o “bi bi” das buzinas ou mostrar desenhos e pedir para adivinhar os nomes.

6. Caça ao tesouro

Dos quatro anos para cima, a criança já está com movimentos independentes. Busque brincadeiras que aperfeiçoem esses movimentos e aprimorem o raciocínio. É uma ótima época para começar caças ao tesouro em níveis mais fáceis e retomar a caça aos ovos de Páscoa, por exemplo, criando ótimas memórias e ajudando no desenvolvimento da criança.

7. Tabuleiro e montagens

A partir dos seis e sete anos, você pode focar nos jogos de tabuleiro para a criança lidar com regras externas, além do pensamento lógico e crítico. Jogos que envolvem montagem com cubos coloridos, peças de encaixe que formem casas, castelos ou carros ou mesmo quebra-cabeças também são ótimas pedidas!

Para seguir essas ideias, o adulto precisa entender o lado da criança a partir da recreação e ver os jogos além da diversão.

O desenvolvimento cognitivo e motor é extremamente importante e deve ser impulsionado a partir dos brinquedos e brincadeiras certas para cada idade. Esse estímulo é comparado ao estudo do jovem e emprego do adulto, por exemplo, que são momentos essenciais para o crescimento pessoal.

Gostou dessas dicas? Então deixe seu comentário com suas sugestões ou dúvidas! Até o próximo post!

6 comentários

  1. internet
    1 ano atrás

    I simply want to mention I am just newbie to blogs and actually savored you’re website. Almost certainly I’m likely to bookmark your site . You absolutely have good articles. Cheers for sharing your website page.

    Responder
  2. John Deere Diagnostic and Test Manuals
    1 ano atrás

    thank you for sharing – Gulvafslibning | Kurt Gulvmand with us, I think – Gulvafslibning | Kurt Gulvmand really stands out : D.

    http://repairmanuals.net

    Responder
  3. viagra dosage for men over 70
    1 ano atrás

    How do you prevent content from being removed on youtube due to copyright?

    http://jud10.org/

    Responder

Deixe seu comentário