Estímulos essenciais em uma creche

23 ago
0 comentário(s)

A busca por uma creche não é uma tarefa fácil. É lá que seu filho passará grande parte do dia. A avaliação passa, claro, por itens óbvios, como segurança, nutrição e higiene. Mas os responsáveis devem estar atentos também aos estímulos diários oferecidos no espaço, pois eles são de grande importância para o desenvolvimento da criança.

Autonomia, movimento e linguagem são significativos para trabalhar as potencialidades nesses primeiros anos de vida. É nessa fase que a criança amplia o seu conhecimento.

O bebê nasce dependente dos pais. A necessidade da autonomia vai se desenvolvendo nos simples gestos, desde expressar um desejo por um brinquedo ao se comunicar por meio de balbucios. Logo, a autonomia vai ganhando proporções e virando rotina na vida do bebê e da família.

Na creche, os estímulos acontecem quando a criança é incentivada a guardar um brinquedo, quando é estimulada a dar os primeiros passinhos, a bater palminhas ou gesticular acompanhando uma melodia.

É através do movimento que os bebês iniciam gradativamente o processo motor ao se arrastar, engatinhar e andar. Por meio de atividades como circuitos, barras de apoio, brinquedos psicomotores e ações diárias, podemos desafiar os pequenos a construírem propriedades em seus movimentos.

Acompanhamos tambem o surgimento do desejo de se comunicar, que se inicia por meio de simples balbucios. Um dos momentos mágicos! Pequenas frases monossilábicas que nos enchem de alegria. Os estímulos se apresentam com  músicas, conversas, brincadeiras ou histórias durante a rotina do bebê.

Com tantos desafios durante a primeira infância, ao procurar uma creche é importante estar atento ao trabalho oferecido, que deve permitir o desenvolvimento global, dispor de profissionais qualificados e retratar um ambiente seguro.

“Há escolas que são gaiolas. Há escolas que são asas. ” Rubem Alves

por Nathália Eugênio – coordenadora da Aprendiz

Deixe seu comentário